fbpx

Uma pergunta bastante frequente no nosso dia a dia é: “Essas próteses precisam ser trocadas?”. Essa questão é polêmica e as opiniões são bem divergentes entre nós, cirurgiões plásticos, não há um consenso ainda. 

A grande maioria defende a troca a cada 10 anos, porém nesses vinte e dois anos operando, realizei mais de 1.200 cirurgias de próteses de mama e nunca troquei uma prótese por validade (já troquei por outros motivos, como contratura, geralmente é por queda ou por pedido da paciente).

Nas mais de mil cirurgias realizadas por mim apenas 4 próteses romperam espontaneamente. Isso é descoberto através de um exame de rotina, onde o ultrassom vai mostrar que tem uma fissura, uma rachadura na prótese, e para confirmá-la se faz uma ressonância magnética. 

As próteses atuais têm um gel dentro que permite que elas não deformem em caso de rompimento, portanto a ressonância vai detectar um líquido e o médico vai ver que o gel não está tão puro, que tem uma “sujeira” e isso é uma suspeita de que essa prótese pode ter se rompido. 

Na Europa essas próteses já são consideradas como definitivas, pois se as próteses de panturrilha e de glúteo são definitivas, porque a de mama não seria?
Por conta de tantas trocas feitas em próteses que se encontravam em perfeito estado, foi questionado esse prazo de validade de dez anos e concluído que essas próteses podem ser usadas por muito mais do que dez anos. Logo, a tendência de não trocar a prótese (considerando elas como definitivas), tem vindo para o Brasil. 

Chamar de definitiva é um pouco exagerado, eu brinco com as pacientes que “a prótese pode ser definitiva, mas o nosso corpo não, infelizmente a lei da gravidade é forte”, então nessas ocasiões em que a cirurgia já está com oito ou dez anos é necessário mexer na mama e podemos aproveitar e trocar a prótese.  

As pacientes mais jovens devem fazer ultrassom de mama pelo menos a cada dois anos, para ver se sua prótese está íntegra. E as pacientes com idade acima de 40 anos, além do ultrassom, devem fazer uma mamografia (lembrando de avisar que tem silicone, pois as manobras da mamografia são um pouco diferentes para essas pacientes). O importante é não descuidar do seu seio!

Portanto se você está pensando em colocar um silicone mas está em dúvida sobre essas trocas, pode realizar o procedimento sem medo pois você vai colocar essa prótese e usufruir desse resultado por bastante tempo. 

Confira aqui o vídeo desta matéria:

Dr. Milton Hayashi – Cirurgião Plástico

Telefones Birigui: (18) 3641-4000 / (18) 99661-2006
Telefones São Paulo: (11) 5054-2358 / (11) 94369-1919
E-mail Birigui: birigui@miltonhayashi.com.br
E-mail São Paulo: saopaulo@miltonhayashi.com.br